Arquivo da Categoria: Blog

Parto de cocoras ancestral e modernissimo

    A HISTÓRIA DA OBSTETRICIA A história da humanidade mostra que as mulheres sempre pariram de cócoras e que, a partir do sécuo XVII, sob influência da corte francesa, elas passaram a parir deitadas, as parteiras sairam de cena e os obstetras ocuparam lugar de destaque nos partos. Ao invés do obstetra ser um observador atento, vigilante aos partos que se tornam patológicos, este tenta superar a própria natureza, intervindo muitas vezes sem necessidade no parto que evolui naturalmente. “Dentro de um contexto patriarcal (machista), o homem expropriou o parto das mulheres.’” Dr. Marco Aurélio Valadares, o introdutor do parto de cócoras em Belo Horizonte, conta aqui a história da Obstetrícia.           A CORTE FRANCESA DEITOU AS Leia mais…

Tipos de Parto

Na verdade não existem “tipos” de parto. Cada parto é único, assim como cada mulher e cada bebê também são únicos. É importante que a mulher tenha liberdade durante o trabalho de parto para mudar de posição e usar a água se desejar. Durante a gestação pode planejar e escrever um “plano de parto” e apresentá-lo a seu obstetra. No momento do trabalho de parto este plano pode ser mudado de acordo com as necessidades da mãe e do bebê. Abaixo algumas explicações sobre termos usados na assistêcia obstétrica, para você conhecer as possibilidades e fazer suas escolhas:       Plano de Parto Parto Humanizado  Parto Vertical Parto na água Parto de cócoras Parto Cesareana    

0,,35477956,00

Gisele Bundchen da a luz na banheira em casa

Gisele Bündchen conta como foi o parto normal e diz não ter babá Fantástico O Fantástico desta noite começa com uma entrevista exclusiva: a supermodelo brasileira Gisele Bündchen, uma das mulheres mais belas do mundo, revela que teve o filho de parto natural. Veja a entrevista feita em Nova York por Giuliana Morrone. A fera está de volta! Gisele Bündchen se reencontrou com as araras de roupas, o estúdio de fotografia, o trabalho de modelo. “Quatro meses. O máximo desde que eu comecei a trabalhar. Desde que eu tenho 14 anos. Eu acho que eu nunca fiquei, com certeza, não fiquei quatro meses sem trabalhar”. O primeiro trabalho, depois da gravidez, foi para uma marca brasileira. Gisele revelou que o recomeço Leia mais…

Assistência ao parto

O parto é a materialização do milagre da vida. Por isto deve ser respeitado. É um momento sagrado, íntimo e individual; de cada mulher, de cada família. Obstetrícia é uma palavra que vem do latim obstare: “ficar parado na frente, esperar”. Fazer obstetrícia é, antes de tudo, saber aguardar, respeitando o momento do nascimento. Felizmente dispomos de artefatos tecnológicos que trouxeram conforto e segurança para este momento. É assim que o Instituto Nascer trabalha: respeitando a fisiologia deste momento sagrado e usando da tecnologia através de intervenções medicamentosas e cirúrgicas, quando se fazem necessáreas. Plano de nascimento Parto Humanizado Parto Vertical Parto na água Parto de cócoras Parto Cesareana  

Pai: Programa de assistência integral

  Programa de Assistência Integral – PAI       Suzelena Marinho, Gestora do Instituto Nascer     O Programa de Assistência Integral – PAI é um programa exclusivo do Instituto Nascer, que garante a segurança de contar com a disponibilidade 24 horas da equipe médica obstétrica durante toda a gestação, no momento do nascimento de seu filho(a) e nos primeiros dias após o parto.   O Programa, que pode ser aderido a partir do quarto mês de gestação (16a semana), engloba toda a disponibilidade de pré-natal (além das consultas obstétricas) e a disponibilidade da equipe obstétrica (Médico(a) Obstetra, Enfermeira Obstetra e Doula) para cuidado e acompanhamento durante a internação hospitalar no(s) dia(s) do trabalho de parto, parto e pós-parto.   Leia mais…

doe-leite

Doação de leite materno

Para você é leite, para a criança é vida. Doe leite, para a criança é vida. Toda mãe oferece carinho e afeto ao seu bebê. Mas nem todas conseguem amamentar. Para os bebês que necessitam do leite humano, o seu gesto contribui para a redução da mortalidade infantil e na melhoria da qualidade de vida das crianças beneficiadas, e ainda ganha a gratidão de muitas mães. O Banco de Leite da Maternidade Odete Valadares precisa muito da sua doação, pois é com sua ajuda, que poderemos atender à várias crianças. Quem pode doar: – Toda mulher saudável, que esteja amamentando o próprio filho, com excesso de leite no peito. – Não esteja utilizando medicamentos que impeçam a doação. – Possua os Leia mais…

Esse Bebê Não Vai Nascer, não?

Esse Bebê Não Vai Nascer? Dez Dicas Para o Final da Gestação   O final da gestação é naturalmente um período de muita ansiedade para o casal. A chegada do bebê significa uma mudança radical na vida de ambos e esse momento é esperado com entusiasmo e uma pontinha de medo. Quando a data prevista se aproxima, é comum ouvirmos as gestantes perguntando coisas do tipo: “como eu posso saber quanto tempo falta?””como eu posso ajudar o parto a começar logo?   Dica n°1: Não se apegue à data   A DPP (data prevista para o parto) é uma aproximação. Não existe maneira de saber exatamente a data da concepção (mesmo quando se sabe a data da relação sexual, pode Leia mais…

image(8)

Dança com Bebês

  Dança com Bebês e Dança com Gestantes Fernanda Yud – Bailarina responsável pelo Setor de Danças do Instituto Nascer   Além de trazer reconhecidos benefícios para a saúde da criança, o aleitamento materno é constantemente citado como uma maneira de estreitar os vínculos entre mãe e filho. Além dele, algumas mulheres têm descoberto na dança outro meio poderoso de se aproximar de seu bebê. As aulas para mães com bebês de colo (a partir de um mês se o parto for normal ou um mês e meio, no caso de cesárea) ou que engatinham, e para mães com bebês que andam (até três anos). Apesar da indicação, antes de iniciar qualquer atividade física, é recomendável que a mulher passe Leia mais…

cesariana

Cesariana

Diz-se que a palavra cesariana deriva da forma como nasceu o imperador Júlio César. Na verdade, a palavra tem origem no verbo caedo -is, cecidi, caesum, caedere, também presente na palavra francesa ciseaux (tesoura), e na inglesa scissors (tesoura). Existem dados de que a primeira cesareana foi realizada antes mesmo da da época de Júlio César, no nascimento de  Cipião, o Africano. A cesariana é  realizada em caso de contra-indicações ao parto vaginal (como placenta prévia total) ou complicações durante o trabalho de parto (por exemplo, descolamento prematuro de placenta).  Como toda cirurgia, seus riscos não devem ser ignorados, e aumentam a cada nova cesariana. Os riscos maternos incluem aderências, infecções, hematoma, hérnia, lesão na bexiga ou outros órgãos, hemorragia, acidentes anestésicos, Leia mais…

Parto na água

Parto na Água

O que é o parto na água? O parto na água consiste no nascimento do bebê com a mãe imersa em água, numa banheira ou piscina. É uma forma de nascer muito antiga. Hieróglifos revelam que os bebês que se tornariam príncipes ou princesas nasciam nas banheiras na Grécia Antiga. Existem também relatos de aborígenes australianos e  ilhas do sul do Japão em que se praticava o parto na água. O primeiro parto na água relatado na literatura médica foi realizado num vilarejo na França em 1805 e foi publicado no periódico Annales de la Societé de Medécine Pratique de Montepellie. Uma jovem parturiente permaneceu exaustivamente em trabalho de parto por mais de 48 horas. Após esse período, o seu Leia mais…