Arquivo da Categoria: Blog

069b4383-2ecc-45ac-b024-22d9fa3b0fd2

Quando o pai faz o parto de seu filho

Foi então que ele entrou na banheira junto com ela e, como se estivessem os três, mãe pai e bebê extremamente conectados em uma “dança do nascimento”, finalizaram a música com o nascimento. Dudu nasceu, André o segurou e o entregou à Clara. Tudo assim muito perfeito, muito lindo, muito emocionante.

Foi maravilhoso, para nós, assistir ao renascimento desta família, um ano atrás. Por isto escolhemos esta história para parabenizar a todos vocês, pais do Instituto Nascer, que nasceram ou renasceram diante dos nossos olhos, e nos deram o privilégio de participar de alguns minutos da gloriosa missão que é a paternidade.

1364011890513

E se o melhor fosse “animalizar”o parto?

“Nascer é divino, parir é animal”. Li esta frase há algum tempo e tenho refletido bastante sobre ela. Depois das discussões geradas com o texto do “parto animalizado”, passei a analisar sobre como seria um parto animalizado. A mulher para parir precisa conectar-se com seu interior, com seu feminino. Precisa liberar hormônios produzidos numa parte do cérebro extremamente primitiva, o hipotálamo. A ocitocina, o hormônio do parto, é um hormônio tímido, que tem sua produção e liberação inibida quando o animal se sente ameaçado. Isto quer dizer que a “humanização”, no sentido de trazer para o cérebro feminino no momento do parto a racionalidade humana, atrapalha a produção dos hormônios do parto. Paradoxal? Pode ser. Mas hoje concluí, após uma Leia mais…

parto-animalizado

“Parto humanizado” ou “parto animalizado”?

Estes dias li um texto, linkado no perfil de um colega médico, no facebook, chamado “O parto animalizado”. Fiquei curiosa com o título e corri para ler o que seria este tal “parto animalizado”. Fiquei muito triste com o texto, pois era uma crítica deselegante à assistência humanizada ao nascimento. O escritor do texto não parecia entender sobre medicina baseada em evidências e sobre o que significa uma boa assistência ao parto. Ele entendia que a episiotomia era um procedimento necessário e protetor e não tinha conseguido entender o que uma mulher sente quando vive um parto em liberdade, sem intervenções tecnológicas. O questionamento era mais ou menos assim: “Se a tecnologia trouxe tantos procedimentos e intervenções para o parto, Leia mais…

feliz ano novo

Próspero ano novo para você, MÃE!

Neste ano que se passou, você MÃE venceu muitos desafios. Você iniciou a sua carreira como mãe, com tantos medos e angústias, ou você ampliou sua “carteira” de filhos. Foram tantas novidades, tantos desequilíbrios e reequilíbrios em sua vida! Tantos dias cansativos, mas também tantos dias que deveriam ser eternos de tão lindos! Sim, a maternidade chegou para você. Em 2015 muita coisa mudou em sua vida. Seu filho nasceu, ou seu filho cresceu. Ele não é mais nada do que era em 2014. E certamente em 2016 outras mudanças irão acontecer. Ser mãe é um desafio diário. É um aprendizado constante. Entra ano e sai ano e você continua sem saber o que já sabe, sem entender como conseguiu, Leia mais…

unnamed

Assistência ao Parto

O parto é a materialização do milagre da vida. Por isto deve ser respeitado. É um momento sagrado, íntimo e individual; de cada mulher, de cada família. Obstetrícia é uma palavra que vem do latim obstare: “ficar parado na frente, esperar”. Fazer obstetrícia é, antes de tudo, saber aguardar, respeitando o momento do nascimento. Felizmente dispomos de artefatos tecnológicos que trouxeram conforto e segurança para este momento. É assim que  a equipe médica do Instituto Nascer trabalha: respeitando a fisiologia deste momento sagrado e usando da tecnologia através de intervenções medicamentosas e cirúrgicas, quando se fazem necessáreas.     Plano de parto Parto Humanizado Parto Vertical Parto de Cócoras Parto na Água Cesariana

Instituto Nascer

Uma Visão crítica do Parto Humanizado

Uma Visão crítica do Parto Humanizado Uma importante questão a ser esclarecida é que o termo “Parto humanizado” não pode ser entendido como um “tipo de parto”, onde alguns detalhes externos o definem como tal, como o uso da água ou a posição, a intensidade da luz, a presença do acompanhante ou qualquer outra variável. A Humanização do parto é um processo e não um produto que nos é entregue pronto. Atualmente um novo termo tem sido utilizado: “Parto Humanizado“. Como não houve uma formal definição do termo, ele é usado em todo tipo de circunstância. Para o Ministério da Saúde, parto humanizado significa o direito que toda gestante tem de passar por pelo menos 6 consultas de pré-natal e Leia mais…

Parto de cocoras ancestral e modernissimo

    A HISTÓRIA DA OBSTETRICIA A história da humanidade mostra que as mulheres sempre pariram de cócoras e que, a partir do sécuo XVII, sob influência da corte francesa, elas passaram a parir deitadas, as parteiras sairam de cena e os obstetras ocuparam lugar de destaque nos partos. Ao invés do obstetra ser um observador atento, vigilante aos partos que se tornam patológicos, este tenta superar a própria natureza, intervindo muitas vezes sem necessidade no parto que evolui naturalmente. “Dentro de um contexto patriarcal (machista), o homem expropriou o parto das mulheres.’” Dr. Marco Aurélio Valadares, o introdutor do parto de cócoras em Belo Horizonte, conta aqui a história da Obstetrícia.           A CORTE FRANCESA DEITOU AS Leia mais…

Tipos de Parto

Na verdade não existem “tipos” de parto. Cada parto é único, assim como cada mulher e cada bebê também são únicos. É importante que a mulher tenha liberdade durante o trabalho de parto para mudar de posição e usar a água se desejar. Durante a gestação pode planejar e escrever um “plano de parto” e apresentá-lo a seu obstetra. No momento do trabalho de parto este plano pode ser mudado de acordo com as necessidades da mãe e do bebê. Abaixo algumas explicações sobre termos usados na assistêcia obstétrica, para você conhecer as possibilidades e fazer suas escolhas:       Plano de Parto Parto Humanizado  Parto Vertical Parto na água Parto de cócoras Parto Cesareana    

0,,35477956,00

Gisele Bundchen da a luz na banheira em casa

Gisele Bündchen conta como foi o parto normal e diz não ter babá Fantástico O Fantástico desta noite começa com uma entrevista exclusiva: a supermodelo brasileira Gisele Bündchen, uma das mulheres mais belas do mundo, revela que teve o filho de parto natural. Veja a entrevista feita em Nova York por Giuliana Morrone. A fera está de volta! Gisele Bündchen se reencontrou com as araras de roupas, o estúdio de fotografia, o trabalho de modelo. “Quatro meses. O máximo desde que eu comecei a trabalhar. Desde que eu tenho 14 anos. Eu acho que eu nunca fiquei, com certeza, não fiquei quatro meses sem trabalhar”. O primeiro trabalho, depois da gravidez, foi para uma marca brasileira. Gisele revelou que o recomeço Leia mais…

Assistência ao parto

O parto é a materialização do milagre da vida. Por isto deve ser respeitado. É um momento sagrado, íntimo e individual; de cada mulher, de cada família. Obstetrícia é uma palavra que vem do latim obstare: “ficar parado na frente, esperar”. Fazer obstetrícia é, antes de tudo, saber aguardar, respeitando o momento do nascimento. Felizmente dispomos de artefatos tecnológicos que trouxeram conforto e segurança para este momento. É assim que o Instituto Nascer trabalha: respeitando a fisiologia deste momento sagrado e usando da tecnologia através de intervenções medicamentosas e cirúrgicas, quando se fazem necessáreas. Plano de nascimento Parto Humanizado Parto Vertical Parto na água Parto de cócoras Parto Cesareana