Arquivo da Categoria: Blog

mamandoparto

Como se preparar para uma cesareana

Responder a esta pergunta não é fácil, afinal, em tempos de parto humanizado, de mulheres cada vez mais informadas e em busca do que há de melhor para ela e seu filho, de casais mais unidos desde a concepção, pensar que algo pode sair como não planejado pode ficar para segundo plano. Além disto, toda a magia da gravidez, ver um sonho se realizando e se concretizando, imaginar a perfeição do bebê, o prazer do aleitamento, tudo isto remete para uma esperança de um parto perfeito, destes “de princesa”, ou “de top model”…  E há, ainda, aqueles que defendem que uma mulher grávida não deve se preocupar com a possibilidade de ter intercorrências que tirem a gravidez da normalidade. Para quê adiantar um estresse que pode não existir? Leia mais…

pediatrician_newborn-e1275072949940

Um pediatra para chamar de seu

  “Um Pediatra pra chamar de seu” Vívian Antunes CRMMG 40528 – Pediatra do Instituto Nascer   Toda mãe sabe da importância de ter um pediatra de confiança. E toda mãe também sabe a falta que ele faz. Um bom pediatra não é só um “apagador de incêndios”, mas deve estar sempre disponível para fazê-lo, já que nunca sabemos quando os pimpolhos vão precisar. Os primeiros meses e anos dos nossos filhos são cheios de novidades e inseguranças, então é no consultório de nosso pediatra onde aprendemos muito do que levamos para nossas casas, nossas famílias e nossa rotina. Mesmo com tanto acesso à informação, sites, livros, blogs, comunidades de mães, é na relação de confiança com o pediatra escolhido Leia mais…

kate-middleton-principe-william-bebe-real-filho-45444

Parto de Princesa

Qual grávida nunca sonhou com um parto de princesa? Com a chegada do seu filho de uma maneira mágica, perfeita, segura, respeitosa? Com um parto fácil, rápido e indolor? Mas… será que o parto da princesa foi assim: rápido e indolor? Será que o “bom parto” é o parto fácil, rápido e indolor? O que é ter um “bom parto”, afinal de contas? Nos últimos dias temos ouvido muito sobre parto: parto humanizado, parto natural, parto respeitoso, parto com prazer… Mas… qual é o melhor parto? O nascimento de um bom parto começa com o renascimento de uma mulher. Tornar-se mãe é um processo que começa antes da gestação e tem seu ápice no momento do trabalho de parto, quando Leia mais…

image(5)

A maratona e o parto

Uma reflexão sobre o (des)valor da dor do parto na sociedade contemporânea Hemmerson Magioni e Quésia Tamara, obstetras do Instituto Nascer No último domingo uma amiga publicou, na internet, um foto onde ela estava sentada no chão com o corpo todo molhado de suor, o cabelo completamente desarrumado e uma expressão de extremo sofrimento. Na legenda da foto, minha amiga falava da alegria que sentiu por ter conseguido terminar uma maratona: ela tinha conseguido, pela primeira vez, dar a volta na Lagoa da Pampulha. Descreveu que a prova foi muito difícil e que em vários momentos pensou em abandoná-la, mas reuniu toda sua força e coragem para que, indo além dos seus limites, cumprisse o desafio de finalizar a maratona. Ela não foi vencedora da maratona, mas conseguiu chegar ao Leia mais…

Uma visão crítica do “Parto Humanizado”

Dr. Hemmerson Henrique Magioni – 18/05/09 Uma importante questão a ser esclarecida é que o termo “Parto humanizado” não pode ser entendido como um “tipo de parto”, onde alguns detalhes externos o definem como tal, como o uso da água ou a posição, a intensidade da luz, a presença do acompanhante ou qualquer outra variável. A Humanização do parto é um processo e não um produto que nos é entregue pronto. Atualmente um novo termo tem sido utilizado: “Parto Humanizado“. Como não houve uma formal definição do termo, ele é usado em todo tipo de circunstância. Para o Ministério da Saúde, parto humanizado significa o direito que toda gestante tem de passar por pelo menos 6 consultas de pré-natal e ter sua Leia mais…

Por que lutar por um parto normal depois de uma cesareana?

  O primeiro filho nasceu de cesárea. Grávida, ela resolve lutar por um parto normal. O marido não consegue entender. “Por que escolher um caminho tão difícil? Que diferença faz?”, questiona. A parteira Ana Cristina Duarte escreve uma carta emocionante para ajudar essa mãe a encontrar suas próprias respostas.   Se o meu marido me perguntasse isso, eu diria… Porque esse é o meu último filho e eu preciso experimentar o que o meu corpo pode. Quero sentir meu filho passando através da minha bacia, abrindo meus ossos, fazendo-os quase quebrarem pela força dele dentro de mim. Quero sentir meu filho descendo e encaixando a cabeça nas minhas entranhas, milímetro a milímetro, como se estivéssemos dançando um tango emocionante, em Leia mais…

madagascarjpf

Madagascar…. Queremos voltar para o zoo!!!

Madagascar…. Queremos voltar para o zoo!!!   O parto é um processo natural, nascer é um ato natural e ecológico. É um caminho de transformação, de amor, de vencer os medos e de dar à luz uma nova era.  Por estar em seu habitat natural, vivendo intuitivamente, a maioria das espécies mamíferas nasce sem maiores problemas. Embora os mecanismos  do parto do animal mamífero sejam diferentes dos do ser humano, existe uma semelhança. Como seres urbanos e humanos, colocamo-nos distantes dessa natureza de bicho a que pertencemos. As mulheres modernas estão distantes do seu instinto maternal animal.  Fogem de si mesmas, da sua feminilidade, de suas barrigas, de suas vaginas.  Querem simplificar e ser mais  humanóides:  trabalhar, ganhar dinheiro, ter Leia mais…

Mais textos sobre parto…

Textos para refletir Madagascar… queremos voltar para o zôo!  As semelhanças entre as mulheres modernas e os animais do filme infantil. Texto de Dra. Quésia Villamil Por que lutar por um parto normal depois de uma cesareana? “Por que escolher um caminho tão difícil? Que diferença faz?” Carta emocionante da parteira Ana Cristina Duarte. Uma visão crítica do “Parto Humanizado” – Dr. Hemmerson Henrique Magioni A maratona e o parto – Dra. Quésia Villamil e Dr. Hemmerson Magioni Parto de Princesa – Dra. Quésia Villamil e Dr. Hemmerson Magioni Um pediatra para chamar de seu – Dra. Quésia Villamil Como se preparar para uma cesareana – Dra. Quésia Villamil e Dr. Hemmerson Magioni

DSC08636

Parto de Córcoras ancestral e modernissimo

    A HISTÓRIA DA OBSTETRICIA A história da humanidade mostra que as mulheres sempre pariram de cócoras e que, a partir do sécuo XVII, sob influência da corte francesa, elas passaram a parir deitadas, as parteiras sairam de cena e os obstetras ocuparam lugar de destaque nos partos. Ao invés do obstetra ser um observador atento, vigilante aos partos que se tornam patológicos, este tenta superar a própria natureza, intervindo muitas vezes sem necessidade no parto que evolui naturalmente. “Dentro de um contexto patriarcal (machista), o homem expropriou o parto das mulheres.’” Dr. Marco Aurélio Valadares, o introdutor do parto de cócoras em Belo Horizonte, conta aqui a história da Obstetrícia.           A CORTE FRANCESA DEITOU AS Leia mais…