site

E se, com nove meses, a minha bolsa romper?

Esta publicação foi postada em Blog, Gravidez no dia por .

site

Em cerca de uma em cada doze (1/12) gestações, a bolsa de águas que circunda o bebê se rompe antes do início do trabalho de parto, mais comumente após a 37ª semana.

 Em gestações a termo ( > 37 semanas), o que acontece depois que a bolsa das águas se rompe?

A grande maioria das mulheres entram em trabalho de parto espontaneamente:

  • Com 24 horas, 70% entram em trabalho de parto
  • Com 48 horas, 85% entram em trabalho de parto
  • Com 96 horas, 95% entram em trabalho de parto

Quais são os riscos caso minha bolsa se rompa antes do início do trabalho de parto?

Os riscos imediatos (na hora que a bolsa se rompe) são pequenos e raros:  Prolapso e compressão de cordão e descolamento de placenta. Os riscos tardios estão relacionados principalmente à infecção para a mãe e o bebê. 

Quais são os caminhos possíveis e quais os benefícios e riscos de cada um deles?

Quando a bolsa se rompe antes do início do trabalho de parto, as condutas em geral são:

(1) Realizar indução do parto com ocitocina.

(2) Aguardar o trabalho de parto (conduta expectante)

(3) Realizar uma cesariana a pedido.

Abaixo os principais e riscos resultados relacionados com as principais condutas escolhidas no mundo:

 

 

 

  Indução com ocitocina Conduta Expectante
Cesareana 10,1 % 9,7 %
Infecção materna (corioamnionite) 4 % 8,6 %
Infecção neonatal 2 % 2,8 %
Internação em CTI neonatal 6,6 % 11,6 %
Duração do trabalho de parto 5 horas 17,3 horas

Dados do estudo randomizado de 1996 – Term Prelabour Rupture of Membranes (TERMPROM)
Caso a gestante deseje a conduta expectante, quais critérios deve preencher? 

 

 

 

  •  Líquido amniótico claro (transparente)
  •  Apresentação fetal cefálica
  • Cultura de streptococos negativa
  • Ausência de sinais de infecção materna (febre e taquicardia)
  • Exame de bem estar fetal normal (cardiotocografia ou ultrassom)
  • Possibilidade de avaliação de 4/4 horas de: temperatura axilar, frequência cardíaca materna e fetal, perdas vaginais
  •  Equipe adequada para acompanhamento intra ou extra-hospitalar

É seguro esperar em casa?

Para que a conduta expectante seja realizada em casa, a gestante deve: ser avaliada inicialmente com exame clínico materno e exame de bem estar fetal normal. Além disto, deve morar perto do hospital, ter avaliação adequada em casa (para diagnóstico precoce de infecção materna) e transporte fácil.

Por quanto tempo é possível manter a conduta expectante?

Não existe um consenso. A equipe do Instituto Nascer recomenda que a cada 12 horas a gestante passe por nova avaliação materno e fetal para reavaliação dos riscos e nova tomada de decisão. Após 18 horas pode ser necessário o uso de antibiótico durante o parto.

Quando é escolhida a indução do parto, quais as possibilidades?

Para mulheres com colo favorável, a ocitocina é a melhor escolha. Entretanto, gestantes com colo imaturo se beneficiam do uso de prostaglandinas cervicais antes do uso de ocitocina.

Texto escrito em consenso pela equipe obstétrica do Instituto Nascer.

Bibliografia recomendada:

  1. Term Prelabour Rupture of Membranes (Term PROM) .Women’s Health Committee (RANZCOG), and applied to local factors relating to Australia and New Zealand. 2014.
  2. Dare MR, Middleton P, Crowther CA, Flenady VJ, Varatharaju B. Planned early birth versus expectant management (waiting) for prelabour rupture of membranes at term (37 weeks or more). Cochrane Database Syst Rev. 2006(1).
  3. Flenady V, King J. Antibiotics for prelabour rupture of membranes at or near term. Cochrane Database Syst Rev. 2002(3):CD001807

E se, com nove meses, a minha bolsa romper?,

Para mais informações entre em contato pelo telefone (31) 3262-3538