AF.

Benefícios do exercício: são inúmeros os benefícios do exercício após o parto, entre

eles:

● Controle e redução do peso corporal;

● Recuperação e melhora das condições musculares

dos braços, costas, abdome e pernas;

● Redução da ansiedade e melhora do humor;

● Diminuição do risco de doenças crônicas.

Quando iniciar a prática de exercícios após o parto: as diretrizes internacionais recomendam que o exercício deva ser iniciado entre 6 a 8 semanas após o parto normal ou cesariana, mas somente após a liberação do obstetra.

A avaliação de um fisioterapeuta, especializado em obstetrícia, é importante para sugerir os exercícios de acordo com as condições individuais da mulher. Nesta fase pode estar presente a diástase do reto abdominal, que é um afastamento da musculatura abdominal, e, dependendo do exercício, pode até causar um aumento desta diástase. Além disso, a avaliação da musculatura do assoalho pélvico é muito importante, pois estes músculos também podem estar enfraquecidos no pós-parto.

Nestes casos, alguns exercícios de impacto, como corrida e pular corda, não são indicados inicialmente por causarem sobrecarga na região perineal, aumentando a chance de perda urinária e queda de bexiga.

Quais exercícios são mais indicados no pós-parto: caminhada, bicicleta, natação, hidroginástica, pilates e musculação. Exercícios supervisionados em domicílio e exercícios com o bebê são boas estratégias para não se descuidar da saúde, mesmo com as novas demandas da maternidade.

Cuidados durante a realização dos exercícios: os exercícios devem ser realizados em uma intensidade de leve a moderada e a progressão deve ser gradual. É importante ficar atenta à hidratação e ingestão adequada de nutrientes, principalmente se a mulher estiver amamentando. É fundamental o acompanhamento de profissionais capacitados como o fisioterapeuta ou educador físico.

 

 

 

 

Renata Cangussu – Coordenadora do Serviço de Fisioterapia do Instituto Nascer

O que devo saber antes de iniciar o exercício físico após o parto,