image(21)

Primeira consulta com Pediatra – Quinto dia

Esta publicação foi postada em Pós-Parto no dia por .
Primeira consulta com Pediatra
O primeiro passeio do bebê é visitar o pediatra. O programa, que se tornará freqüente nos próximos 12 meses, é imprescindível para checar como vão a saúde e o desenvolvimento do seu filho. Na primeira consulta, caso o profissional escolhido pela família não tenha acompanhado o parto, é hora de médico e paciente se conhecerem melhor. Por isso, a visita dura, em média, uma hora e meia, um pouco mais do que as próximas.
Antes de examinar o novo paciente, parte da consulta é reservada a um longo bate-papo com os pais, o qual tem o objetivo de orientar e esclarecer dúvidas. Essa troca de informações é uma oportunidade para o médico tomar conhecimento da vida da família, como hábitos e histórico de doenças, colhendo dados importantes para avaliar o bebê. Por isso, ainda que seja trabalhoso conciliar as agendas, os pediatras aconselham que o pai também esteja presente na consulta.
Informações simples, como o número de filhos do casal, em que lugar o bebê dorme ou se a mãe já sofreu algum aborto anteriormente, podem parecer irrelevantes, mas são de extrema importância para o bem-estar do recém-nascido.
Convém anotar as dúvidas na agenda entre os intervalos das visitas. Preparar essa lista garante que você volte para casa com todas as perguntas respondidas. “Uma mãe bem informada deixa o consultório confiante. Assim, não fica à mercê de crendices populares ou conceitos ultrapassados, como a mania de dar chá ao bebê que é amamentado no peito”.
Dia certo – “Quinto Dia”
Marque o “compromisso” tão logo deixar a maternidade. O ideal é que a primeira consulta seja feita entre o quinto e o décimo dia de vida do bebê.
Ainda na maternidade, a criança perde até 10% do peso, recuperando-o em dez dias. Segundo especialistas , nos três meses seguintes, o recém-nascido engorda, em média, 30 gramas por dia. Mas não são apenas as medidas de peso e altura do bebê que mostram que ele está crescendo direito. A “inspeção” da primeira consulta, que vai se tornar rotina, é completa: tamanho da cabeça, olhos, ouvidos, coração, órgãos genitais, articulações, formato do abdome e os reflexos, como a sucção.
A análise dos reflexos avalia a parte neurológica. Caso o pediatra observe algo diferente do que seja considerado normal para a idade, pode indicar uma avaliação mais detalhada”.
Informações sobre os primeiros cuidados com o bebê, amamentação e vacinação são temas importastes que são abordados nesseometo.
Ficha completa 
Os pais devem levar para a primeira consulta os documentos que informam o histórico do bebê, como os testes feitos na maternidade. Se possível, é bom ter em mãos também os exames da gestação. É importante para o pediatra verificar alguma intercorrência na gravidez que possa influenciar a saúde da criança.
Exame físico  detalhado
Na segunda parte da consulta, em que se faz a avaliação física, não se assuste com o “estica-e-puxa” ao qual seu filho será submetido. Faz parte da brincadeira. Os pais ficam um tanto aflitos, mas ao observar o pediatra mexendo no bebê com firmeza, também percebem que o filho não é tão frágil.
É provável, ainda, que a criança sinta frio ao ser despida, abrindo o berreiro durante o exame. Com o coração apertado, as mães sofrem, mas não devem interferir. Choro também é sinal de vitalidade.
Texto: Malu Echeverria

Primeira consulta com Pediatra – Quinto dia,

Para mais informações entre em contato pelo telefone (31) 3262-3538