Arquivos

flavia

Flávia Lage – Parto natural

  Desde que engravidei, sabia que minha ginecologista da vida, não faria meu parto, pelos motivos que eu já conhecia, e verdadeiramente, respeitava. Tentei não tocar no assunto até a 15ª semana, quando ela, terna, recusou e me orientou a procurar outro profissional ou mesmo parir com um plantonista. Como há 5 anos atrás havia passado por um CAF (foi retirado um pedacinho do meu colo do útero), não queria ter meu filho, tão esperado, com uma equipe desconhecida e talvez despreparada. Comentando sobre tudo isso no trabalho, com uma amiga, também grávida, Camila, ela me falou: “Flavinha, você tem que consultar com a minha médica, ela é ótima, um doce, você vai amar, tenho certeza” e me deu o Leia mais…

POLYANA

Polyana Jeha – Parto natural na água

O que a vida quer da gente é coragem (Guimarães Rosa). Ao que eu acrescento: amor, esforço e fé também. A vida recompensa tanto tudo isso! A história do parto da Letícia, minha segunda filhinha, começou muito antes dela. No histórico da minha família, minha vó materna perdeu a primeira filha num parto normal bem difícil feito “em casa por parteira” e fez várias promessas para os inúmeros partos normais seguintes, que seguiram sendo difíceis, mesmo “com médicos e em hospital”. Já minha mãe, ainda muito jovem (22 anos), me teve num parto normal exaustivo no norte de Minas de 34 anos atrás (mais de 30 horas seguidas de contrações, cerca de 24 delas no hospital, sem comer nem beber Leia mais…

NATALIA

Nathália Cassago – Natural em banquinho de Parto

Sobre o dia que me tornei Mãe! Dia 21/02, terça-feira, eu acordei com bastante disposição e com um sentimento de que seria aquele “o dia”, meu pé direito não estava inchado e eu teria uma consulta com a minha GO Dra Quésia Villamil no fim da tarde. Pela hora do almoço, Tiago me envia a playlist do parto que ele já estava há 9 meses pra fazer… Acho que ele tb estava com o mesmo sentimento que eu. Pouco antes de Tiago chegar pra me pegar eu resolvi fazer as últimas fotos da Dona Pança, que são essas… Fomos para a consulta. Como eu desenvolvi Diabetes Gestacional, já sabíamos que o Bento não poderia passar da 38 semana, tanto para Leia mais…

Deborah Leão – Parto Natural VBAC

Parto Já faz um tempo que queria começar a escrever sobre a minha experiência de maternidade. Sei que não faltam blogs sobre o tema, morro de medo de chover no molhado, mas de vez em quando me vêm umas ideias, umas discussões que eu queria ter – e me desanima escrever no Facebook e entregar pro Mark o controle sobre quem pode ver. Resolvi abrir um novo boteco. Escrever blog nos dias de hoje é meio anacrônico, mas até isso eu curti. Aqui posso fazer textão e postar mamilos (gente, é maternidade, como pensar na maternidade sem mamilos?). Bora sentar e tomar uma cerveja, daqui a pouquinho essa criança nasce e eu vou poder acompanhar vocês. Sobre nascimentos, aliás. Estou agora Leia mais…

Bianca Albernaz – Parto Normal

Após oito anos de espera, o grande momento chegou de forma inusitada. Com exceção do sangramento assustador no inicio da gravidez, tudo correu muito bem nos 9 meses que esperávamos a Sara (homenagem que fizemos a minha alegre vovó). Completamos 40 semanas e nem sinal da nossa sonhada filha. Enquanto ela continuava curtindo a barriga da mãe (em posição de lançamento e com bastante líquido para nadar), nós começamos a maratona de chás, comida apimentada (tailandesa e indiana regularmente), banhos quentes de banheira, passeios no shopping, caminhadas no parque e nada da Sara ou do colo do útero dilatar. Nos acalmávamos assim que pensávamos: “o que são mais alguns dias para quem aguardou tantos anos?” Resolvemos fazer um bolão para Leia mais…

daniela had

Daniela Rad

Há dois meses, nascia Gabriela Rad Azevedo. Minha cria veio ao mundo no dia e hora que ela mesma escolheu e da maneira que eu, o pai e ela escolhemos. Desde antes mesmo de ficar grávida eu já queria saber tudo sobre parir, fosse conversando com as mães amigas recém-paridas, fosse lendo sobre um assunto que já me fascinava desde sempre: o corpo humano, sua  capacidade de gerar e colocar pra fora uma vida completamente nova. E lá estava eu, grávida de 39 semanas e 5 dias e com as duas maiores armas que eu poderia ter: meu corpo saudável e muita informação. No início da gravidez quando escolhi a equipe que iria me acompanhar no pré natal e no Leia mais…

Graciele Tibo

Quando engravidei da minha primeira filha, logo após o falecimento da minha mãe, manifestei, desde o início, o desejo de ter um parto normal, porque queria parir e, não, passar por uma cirurgia. Por volta do sexto mês, contudo, a médica começou a me apresentar impedimentos (posição do bebê, passagem, diminuição do líquido etc.). E, com 39 semanas e 5 dias de gestação, fui submetida a uma cesariana por motivos que, na época, não sabia serem infundados e acabei não questionando, certamente em razão do momento de fragilidade que vivia (luto). Dias depois do parto, a médica ainda me “presenteou” com a seguinte fala: “Você jamais teria esse bebê de parto normal, nem sentiu contrações, não teve dilatação! E foi Leia mais…

Vivian F.

Vivian Fukushima

Há uma semana, neste mesmo horário, estava saindo de casa para viver um dos momentos mais incríveis da minha vida! Acordei às 01:50h da manhã com uma dor forte mas consegui voltar a dormir. Às 03:00h já não era possível ficar na cama. Levantei, fui ao banheiro, andei pela casa… sabia que tinha que me manter calma, afinal, era minha filha que estava chegando. As 04:00h decidi acordar o papai Marcelo meu marido e uma hora depois resolvemos ligar para nossa doula Rosana Cupertino e em seguida para meu obstetra Dr Hemmerson Magioni. Nessa altura eu não conseguia falar com ninguém, quem manteve contato com eles era Marcelo. Aguentei firme até as 8h30 quando implorei pra ir para a maternidade, Leia mais…

Lourene Nunes

Quase 2 anos depois, aqui estou eu fazendo o relato do parto da Ester, minha primeira filha. Eu não sabia nada sobre parto, ainda sei menos do que gostaria, mas tinha uma convicção de que queria parir, queria que ela viesse ao mundo quando estivesse pronta, de forma respeitosa, humanizada. Por isto escolhi um médico que eu confiasse e que eu teria certeza de que, caso tivesse uma cesária, ela teria sido necessária. Pois bem, não sei por que embarquei nesta. Sou extremamente racional, formada na área de exatas, trabalho com gestão, planejamento, execução conforme planejado (ou não). Não sou natureba, não gosto de yoga, tomo antibiótico e não gosto de misticismo. Mas sou uma mulher de fé, a gravidez Leia mais…

aline

Aline Rebelo

Sobre ansiedade, medo, expectativa, fé e realidade! O meu relato vai um pouco além, de como aprendi nessa gestação a lidar com a ansiedade, as expectativas e os medos para o grande momento do parto – como de uma certa maneira minha experiência pode ajudar às outras mulheres, com uma historia parecida com a minha e com o mesmo desejo que o meu… ter o seu VBAC ( um parto normal após uma cesariana). Há dois anos atrás, eu vivi uma cesárea e talvez não tinha como ser diferente, meu primeiro filho estava sentado até o último momento e meu sonho de viver um parto normal foi adiado.  Estaria tudo bem, se meses depois eu não tivesse começado a me Leia mais…