NATALIA

Nathália Cassago – Natural em banquinho de Parto

Esta publicação foi postada em no dia por .

NATALIASobre o dia que me tornei Mãe!

Dia 21/02, terça-feira, eu acordei com bastante disposição e com um sentimento de que seria aquele “o dia”, meu pé direito não estava inchado e eu teria uma consulta com a minha GO Dra Quésia Villamil no fim da tarde.

Pela hora do almoço, Tiago me envia a playlist do parto que ele já estava há 9 meses pra fazer… Acho que ele tb estava com o mesmo sentimento que eu.
Pouco antes de Tiago chegar pra me pegar eu resolvi fazer as últimas fotos da Dona Pança, que são essas…

Fomos para a consulta.

Como eu desenvolvi Diabetes Gestacional, já sabíamos que o Bento não poderia passar da 38 semana, tanto para o bem dele quanto o meu.

Desde sábado, 18/02, eu já sabia de uma diminuição na quantidade do meu líquido amniótico, e na consulta, Dra Quésia me explicou que o Bento estava bebendo o líquido e não estava fazendo xixi, e que isso seria resultado da DG.

Conversamos e decidimos por uma indução mais natural através do descolamento de um pedacinho da placenta, feito num exame de toque é totalmente indolor. A propósito, eu já estava com 4cm de dilatação neste exame! Faltavam só 6 cm!!! Uuuuhhhh… Dessa forma meu corpo teria 48hs pra entrar em trabalho de parto naturalmente, caso contrário na sexta-feira seguinte, após uma ultra ela me internaria para uma indução com medicamentos. Ao final da consulta, ela recomendou que eu viesse pra casa relaxar ou que fosse a um bom restaurante. Siiimmmm ela me havia acabado de me liberar da dieta e até me deixou tomar um vinho!! Eu, em contrapartida, disse que nos falaríamos mais tarde, pois meu sexto sentido não falha!!! Ao sair do consultório vejo minha Doula Bel Cristina e a fotografa Paula Beltrão aproveitei e já deixei as duas avisadas que eu iria ligar pra elas mais tarde! Sai de lá às 18:30hs, sem dor e empolgada para preparar uma massa e tomar um vinho!

Durante a vinda pra casa, senti 03 cólicas beeemmmm interessantes, mas Dra Quésia havia me alertado de que eu poderia ter uma cólica, mas não havia me dito a intensidade dela…
No mercado, eu praticamente não consegui sair do carro, a tal cólica ficava mais “interessante” a cada vez que ela vinha… Tiago rapidamente comprou o que faltava e fomos pra casa. Cheguei escolhi-o vinho e já fui preparando o jantar entre uma cólica e outra…

Cada vez que ela vinha eu tinha que me sentar, esperar passar para só depois voltar a cozinhar… Decidi ligar pra Bel, para saber se a tal da cólica que a Dra Quésia havia dito era uma “coliquinha” ou uma cólica mesmo… Sim, eu ainda não tinha me tocado que eram as contrações, eu sou muito resistente a dor.

A Dra Quésia ainda estava dando a palestra do Curso de Preparação para o Parto e a Bel me acalmou… segui com a preparação do meu jantar. Tiago colocou a mesa e abriu o vinho, brindamos e eu tomei 1 Gole!!!

Terminei o jantar e me sentei para comer, tomei mais 1 Gole do vinho, a cólica se intensificou de uma maneira muito forte e a ficha caiu que eram as contrações!!! Tiago, falou pra eu comer rápido entre uma contração e outra e ligou pra Bel, isso eram 20:45hs, ela tentou acalma-lo e pediu pra ele me colocar no chuveiro e pra ele contar quantas contrações eu teria até às 21:30hs. Às 21:00hs Tiago ligou pra ela dizendo que já eram 6 contrações fortes em 15 minutos!!! Ela recomendou que ele ligasse pra Dra Quésia. Nesse momento Tiago já havia pedido Paty, uma amiga e vizinha, subir pra ajudar… Eu já estava de toalha em cima da cama quando Tiago me passa o telefone, era a Dra Quésia, eu perguntei, enfim como seria a tal cólica que eu poderia ter… maaassss não me lembro da resposta, pois já havia largado o telefone, a dor já estava num patamar muito forte que eu não conseguia mais falar!!!

Ela passou as instruções pra Tiago, e lá fomos nós para a Maternidade, eu, Tiago e a Paty.
Chegamos na Maternidade às 22:00hs. Dra Quésia me recebeu com um abraço super gostoso e acolhedor na porta do Centro Cirúrgico e me levou para a suíte de Pré-parto onde a Bel já estava a preparar seus apetrechos de Doula.

A partir daquele momento eu, segura do que eu queria, e me sentindo segura por estar com a minha GO e a minha Doula, me entreguei as contrações.

A cada uma eu tinha a certeza de que estava chegando a hora de ter meu filhote nos braços.
As contrações foram acontecendo em um espaço de tempo cada vez mais curto. Massagem, carinho, afago e palavras de coragem vinham da Bel, da Dra Quésia e do Maridão. Em um determinado momento, uns 40 minutos depois que eu havia chegado, eu estava sentada na bola e Dra Quésia sorrateiramente veio com seu aparelhinho para escutar o coração do Bento, naquele momento eu já estava num outro plano: a Partolândia, mas pude perceber que ela tinha uma certa dificuldade em achar o coração dele, ela pedia pra que eu me esticasse para que ela pudesse ter acesso à base da minha barriga. Quando ela conseguiu escutar, e a tensão e a contratação passaram eu pedi o “toque”. Lembro que ela me perguntou se eu tinha certeza, e eu disse que sim. Me deitei na cama, mas meu corpo tremia muitoooo, a adrenalina já me dominava. Eu consegui controlar um pouquinho a tremedeira e Ela conseguiu fazer o toque. E então com um super sorriso ela disse que eu já estava com 10cm!!! Na mesma hora ela pediu para que a Paula tirasse uma foto minha, pois segundo ela eu estava com uma cara ótima para quem estava com 10cm!!! Dai ela e a Bel me explicaram que as contrações iriam mudar o ritmo é que logo viriam os puxos. Até então minha bolsa não havia estourado.

Fomos para o chuveiro, mas eu senti muitooo frio, mais que depressa a Bel conseguiu esquentar o banheiro, mas eu quis sair dali…

Fomos para o Bloco Cirúrgico, que nada se pareceria com um lugar frio e gélido que eu imaginava, ele estava acolhedor e preparado com muito carinho pra o meu momento. Música, meia luz, tranquilidade e muito amor! Isso já eram cerca de 23hs. Tiago e a Bel estavam comigo o tempo todo e isso confortava meu coração.

De fato, como elas haviam falado, as contrações mudaram e quando elas aconteciam, vinha uma vontade imensa de fazer força. Me sentei no banquinho de parto, e nada da minha bolsa estourar. Eu queria que ela estourasse naturalmente, por isso neguei por 2 vezes à possibilidade de estourar a bolsa. Os puxos eram fortes e intensos. Em um determinado momento, eu me levantei e mais uma vez pedi anestesia, sim eu pedi por umas 2 ou 3 vezes, mas em todas elas já no expulsivo dai já não dava mais tempo! A Bel e a Dra Quésia me explicaram, em todas as vezes, que a parte mais difícil é mais dolorida já havia passado, a dilatação, e eu havia passado bem por ela sem pedir analgesia e que agora era mais tranquilo. Concordei em estourarmos a bolsa, e no momento que me sentei ela estourou naturalmente!!!

Ufa!!! Consegui!!!

A partir do momento que a bolsa estourou, foi tudo rápido e muito intenso! Eu no auge do “meu momento”, fui tendo noção que a hora de ter o Bento em meus braços estava se aproximando na medida que Tiago mudou de posição, que Dra Quésia colocou as luvas, que a Dra Ana Luíza , a Pediatra, se aproximou e ficou ali pertinho. E quando a Bel me disse: – Coroou! Ele é cabeludo!

Foi tudo muito rápido, pelo menos pra mim que estava no meu transe particular. Lembro ainda, da explicação sobre o Círculo de Fogo, que já estava acontecendo no momento. E depois da força louca que fiz, elas disseram que a cabecinha dele já havia saído!

Tudo foi mais rápido ainda!

Bento nos meus braços, o calor do corpinho dele no meu, as mãos de Tiago nos envolvendo e um chorinho leve e calmo. Sim, ele chorou pouquinho, como quem dissesse: Oi! Estou aqui!
Panos nos envolveram, mas o calor dele em mim isso eu não vou esquecer nunca!

Ficamos ali um bom tempo os 3, não sei precisar quanto!

O cordão já estava branquinho e já havia parado de bater.

Foi lindo ver Tiago cortando o elo que nós uniu por 38s e 5d.

Ah! Depois que o cordão foi cortado, ele foi para receber os cuidados da Pediatra Dra Ana que é a Pediatra dele hoje. Sorte a minha tê-la lá para completar a Equipe Maravilhosa do Instituto Nascer juntamente com a Dra Ludmila, que tb é GO das boas e que me passou muita força e carinho com seu olhar terno.

Ahhh!!!! Lembra da parte 1, quando eu falei sobre a explicação da Dra Quésia de que o Bento estava bebendo o líquido amniótico e não estava fazendo xixi?? Pois é ele fez xixi na Dra Ana!! E assim, ele a escolheu para ser a Pediatra dele!!!

Ah! Outra coisa suuuper importante, pra mim e para a vida do bebê: Bento mamou na primeira hora de vida dele! Nossa Hora de Ouro foi especial, sem pressa e com muito carinho e respeito da equipe toda!

Foi lindo, foi emocionante! Nunca me senti tão poderosa, tão dona de mim. Eu sei que a dor foi intensa, mas não me lembro quão intensa ela foi!

A perfeição é tanta que na hora que recebi o Bento em meus braços, não havia mais dor e nem a lembrança dela. Naquele momento só Amor…

E assim nasceu um bebê e mais uma Mãe!

Para mais informações entre em contato pelo telefone (31) 3262-3538