Ginástica Funcional para Gestantes

Esta publicação foi postada no dia por .

Por que fazer atividade física na gravidez?

Ginástica Funcional para Gestantes

 

Claudia Heringer  CREF 023254-G/MG, educadora física do Instituto Nascer 

 

Durante a gravidez, mudanças anatômicas e psicológicas afetam  o sistema músculo esquelético no repouso e durante a atividade física. O ganho de peso natural desse período aumentará a força impressa nas articulações como os quadris e joelhos. O deslocamento do centro de gravidade pode ocasionar desequilíbrios e o aumento da lordose lombar contribui para dores nas costas.

Para controlar o ganho de peso, prevenir a diabetes gestacional, fortalecer e preparar o corpo para o parto aconselha-se que gestantes façam parte de programas de exercícios preferencialmente diários (no mínimo, 3 vezes por semana), com duração de meia hora a uma hora. As atividades devem ser estabelecidas progressivamente sempre do mais fácil/leve ao mais complexo/intenso. Evite exercícios na posição supina (deitada).

 

Hidratação

Durante o exercício físico ocorre o aumento da temperatura corporal e o calor produzido não deve exceder a capacidade de dissipação do calor. Evite exercitar-se em um dia quente e úmido ou em altas intensidades. Beba água antes durante e depois da atividade física.

 

Exercícios aeróbicos

Atividade aeróbica é caracterizada pela utilização de grandes grupos musculares durante determinado tempo, de forma contínua e ritmada. Sugestões para as gestantes seriam a caminhada, hidroginástica, natação, ciclismo indoor, dança.

 

Exercícios de resistência

Atividades de resistência que promovam o fortalecimento muscular. Sugestões para as gestantes seriam a musculação, yoga, pilates.

 

Exercícios de preparação para o parto

Consiste em alongamentos para a região pélvica proporcionando a abertura do canal de parto. Treinar as possíveis posições de parto ajuda a mulher a escolher a mais confortável para seu parto.

Para mais informações entre em contato pelo telefone (31) 3262-3538