Reprodução Humana

Esta publicação foi postada no dia por .

 

 Reproducão Humana Instituto Nascer

 

 

Flávia Ribeiro de Oliveira, Coordenadora do Setor de Reprodução Humana do Instituto Nascer

 

 

A Reprodução Humana é um processo tão complexo e espetacular que parece miraculoso que a gravidez ocorra tão frequentemente como ocorre. Ter filho representa a continuidade e quando um casal deseja engravidar e não consegue espontaneamente, isso com frequência gera angústia no casal.

 

A primeira definição que precisa ser feita é qual é o real conceito de infertilidade conjugal. Não é qualquer tentativa “frustrada” de gravidez que necessita de intervenção e/ou tratamento. A grande maioria dos casais (85%) vai conseguir engravidar com um ano de tentativa desde que tenham relações sexuais frequentes – cerca de duas a três vezes por semana – e não usem método contraceptivo. Os outros 15% dos casais são diagnosticados como portadores de infertilidade conjugal após este período. Nos dias atuais, não mais se utiliza o termo esterilidade porque são raríssimas as condições que realmente impossibilitam um casal de conceber mesmo com tratamento.

 

Os casais com infertilidade devem ser avaliados por médico especializado em Reprodução Humana e que respalde suas condutas em evidências científicas. Além disso, ele deve ter a capacidade de perceber as sutilezas deste momento tão particular da vida conjugal. Foi pensando nisso que o Instituto Nascer criou o Setor de Reprodução Humana. Nosso serviço conta com a parceria de um Centro de Reprodução Assistida (Cegonha Medicina Reprodutiva), o que nos permite oferecer aos nossos casais desde os tratamentos mais simples, como indução e rastreamento de ovulação, aos mais complexos como, fertilização in vitro e injeção intracitoplasmática de espermatozoide (ICSI).

 

 

 

 

Para mais informações entre em contato pelo telefone (31) 3262-3538

 

Para mais informações entre em contato pelo telefone (31) 3262-3538