Arquivo da Categoria: Natural em Banquinho de Parto

NATALIA

Nathália Cassago – Natural em banquinho de Parto

Sobre o dia que me tornei Mãe! Dia 21/02, terça-feira, eu acordei com bastante disposição e com um sentimento de que seria aquele “o dia”, meu pé direito não estava inchado e eu teria uma consulta com a minha GO Dra Quésia Villamil no fim da tarde. Pela hora do almoço, Tiago me envia a playlist do parto que ele já estava há 9 meses pra fazer… Acho que ele tb estava com o mesmo sentimento que eu. Pouco antes de Tiago chegar pra me pegar eu resolvi fazer as últimas fotos da Dona Pança, que são essas… Fomos para a consulta. Como eu desenvolvi Diabetes Gestacional, já sabíamos que o Bento não poderia passar da 38 semana, tanto para Leia mais…

carine tavares

Carine Tavares Branco

Como o tempo passa rápido… já se foram quase 05 meses desde a chegada do meu pequeno milagre.  Não sei porque adiei a escrita do meu relato de parto, assim como não sei o porquê de o estar escrevendo neste momento.  O que sei, é que no dia 05 de Junho, minha vida, nossas vidas, transformaram-se para sempre. O dia 04 de Junho parecia um sábado como outro qualquer, eu e meu marido levantávamos cedo para ir ao Curso de Preparo de Parto do Instituto Nascer já marcado há vários meses…  Eu estava com 38 semanas de gestação, mas isso nem me preocupava…afinal de contas…eu tinha CERTEZA de que meu bebê demoraria pelo menos mais 2 semanas pra chegar…já tinha Leia mais…

Parto do André e da Ana CLaudia

Ana Cláudia, André e Helena

Eu sempre desejei ter um filho por parto normal. Não queria fazer parte da estatística das cesáreas eletivas, pois desejava viver o processo do parto em toda a sua intensidade… receber meu bebê na hora em que estivesse pronto para nascer e, acima de tudo, queria ter papel ativo no seu nascimento. E foi na reta final da gravidez que eu percebi que, para parir, a gente exerce um papel de protagonista, mas também precisa saber se entregar.   Eu tive uma gravidez super saudável, graças a Deus, sem qualquer intercorrência relevante. Mas por volta de 30 e poucas semanas de gestação, passei a sentir muita fraqueza e tontura diariamente. Algumas atividades diárias se tornaram mais difíceis, e isso começou Leia mais…

Parto Kalil

Fabiana, Marcos e Khalil

A chegada de Khalil – Por muitas vezes quis escrever sobre esse assunto, mas alguma coisa me travava. Ficava sem palavras diante da tela em branco. Não por acaso, várias vezes durante essa semana os acontecimentos daquele dia me vieram à memória, de forma insistente, com um sabor doce de amor e nostalgia. Enquanto hoje estou às voltas com os preparativos para a festinha de aniversário de Khalil, há um ano atrás estava às voltas com a ansiedade que a chegada próxima do meu menininho proporcionava. Khalil não foi o primeiro filho, logo, eu me sentia sensivelmente mais segura durante a reta final da gestação e conseguia lidar melhor com a ansiedade (minha e das pessoas ao meu redor). Eu Leia mais…

brisa

Brisa Ramos Marques

Há exatas 2 semanas, com quase 39 semanas de gravidez, não sabia a quantas andava, nadava, estava João, o menino que guardado ficou aqui dentro durante os últimos 9 meses. Desde setembro do ano passado, o mundo virou na barriga, na cabeça, na casa chamada corpo – a qual acostumados estamos a habitar apenas nós mesmos. Há exatas 2 semanas, a bolsa rompia às 22h30, a primeira contração às 23h30, a chegada no hospital às 5h e o nascimento às 6h51. Parto natural, sem anestesia, já que pela minha lesão medular não era aconselhável tomar peridural, nem raquimedular. Os caminhos imprevisíveis dos meus nervos rompidos, interrompidos. Caso tivéssemos que partir para a cesária, seria uma cesária de urgência, com anestesia Leia mais…

Marcela Lacerda

O Instituto é digno do nome que possui… Nascer. Meu parto foi maravilhoso e devo tudo aos profissionais do Instituto Nascer, desde de as educadíssimas e atenciosas recepcionistas até o seu corpo médico, em especial, Dra. Quésia, Dr. Hemmerson e a doula Bel. Apesar de muito medo, optei pelo parto normal e, por isso, passei por cinco médicos na cidade de Ipatinga, senti enorme resistência no comprometimento desses médicos em submeterem ao parto normal, encontrei uma médica que, acreditava fosse acompanhar meu parto, engano meu… quando já na 34 ª semana me informou que não era certeza que estaria presente no meu parto… eu disse “como assim!”… como justificativa disse que poderia ter uma casamento, seu filho poderia ficar doente, Leia mais…

Melissa Cristina Rocha

Meu primeiro filho nasceu há 7 anos. Naquela época eu estava com 28 e não acompanhava NADA sobre maternidade, parto, etc… Consultava com a mesma médica desde minha adolescência. Engravidei e comecei minhas consultas de pré-natal com ela. O que achava estranho é que tentava abordar o assunto PARTO, mais especificamente PARTO NORMAL e ela sempre fugia, dizia que esta conversa seria “mais para frente…” Até que um dia ela me falou que meu parto poderia ser normal (eu finalmente consegui expor minha vontade) DESDE que… e veio com uma lista imensa de poréns: desde que eu estivesse com bom peso, desde que meu filho não fosse grande demais e blá, blá, blá… Como eu estava me cuidando direitinho imaginei Leia mais…

Olivia, Michel e Antônio

 A chegada do Antônio Quando comecei a planejar minha gravidez, desejei que meu parto fosse “normal”. Nunca havia pensado sobre isso antes e nem sabia o que isso significa na nossa sociedade. Queria que fosse de acordo com a natureza, assim como outras escolhas na minha vida: a alimentação saudável, o contato com a natureza, a atividade física… Descobri antes (foram um ano e três meses até engravidar) e ao longo da gestação, que ter para um parto “normal” (porque atualmente o normal é fazer uma cesárea) é necessário muita informação. A primeira coisa que fiz foi trocar de médico. Antes mesmo de engravidar comecei a pesquisar médicos que fizessem realmente o parto da forma que queria, e descobri que Leia mais…