Arquivo da Categoria: Natural na Água

fernanda

Fernanda Pinheiro – Parto natural na Água

A exatamente 7 meses atrás eu estava aqui, nesse mesmo quintal, sentindo a maior dor do mundo após descobrir que meu filho não iria sobreviver. De acordo com as estatísticas 90% dos fetos portadores da T18 morrem ainda na barriga da mãe. Outros 9% falecem durante o parto e 1% após poucas horas de vida. Esse foi o diagnóstico recebido. E ai? O que fazer? Amá-lo! Amá-lo muito até que ele deseje nascer ou chegue sua hora de partir. Curtir meu bebê muito a cada dia, seus movimentos, seu crescimento, os ultrassons, a barriga, tudo! E principalmente, não criar expectativas que poderiam se tornar sonhos e depois frustrações. Entreguei nas mãos de DEUS e escolhi ter uma gestação feliz, aguardando o tempo do Leia mais…

Joice Tavares – Parto natural na Água

Há 3 meses segurei em meus braços pela primeira vez o amor mais sublime. Experimentei a completa felicidade. Há 3 meses meu mundo mudou. Escrever um relato de parto e não descrever as 40 semanas e 2 dias gerando uma vida que transformaria a minha, é pouco. Vivi uma gestação que parecia um sonho. Sem enjoos e com uma disposição que surpreendia a todos. A transformação no meu corpo, a descoberta que seria o meu tão sonhado menino, os preparativos do enxoval, pilates, fisioterapia, cursos… tudo era maravilhoso. Os 8 meses passaram muito rápido, mas as últimas semanas foram uma eternidade. A data (im)provável do parto era o dia 03 de maio de 2017 e passamos a orar para que Leia mais…

Poliana Maia

Poliana Maia – Parto natural na Água

E foi assim, com medo dos pequenos detalhes daquele dia perfeito esvanecer-se no tempo, resolvi escrever meu relato de parto… o parto da Gabriela, o meu parto. Dia 14 de junho de 2016, tirei um cochilo depois do almoço em casa, até esta data eu estava fazendo home office, e no meio do cochilo acordo assustada com uma fincada na barriga. Não sabia se tinha sido um sonho ou se foi real, mas não dei muita importância. Mais a noite, minha amiga Geruza me chama para comemorar o seu aniversário, eu com 40 semanas e 3 dias de gestação fui né, falou que é festa é comigo mesmo. Lá, comi aquele caldo de mandioca com carne desfiada. Cheguei em casa Leia mais…

POLYANA

Polyana Jeha – Parto natural na água

O que a vida quer da gente é coragem (Guimarães Rosa). Ao que eu acrescento: amor, esforço e fé também. A vida recompensa tanto tudo isso! A história do parto da Letícia, minha segunda filhinha, começou muito antes dela. No histórico da minha família, minha vó materna perdeu a primeira filha num parto normal bem difícil feito “em casa por parteira” e fez várias promessas para os inúmeros partos normais seguintes, que seguiram sendo difíceis, mesmo “com médicos e em hospital”. Já minha mãe, ainda muito jovem (22 anos), me teve num parto normal exaustivo no norte de Minas de 34 anos atrás (mais de 30 horas seguidas de contrações, cerca de 24 delas no hospital, sem comer nem beber Leia mais…

daniela had

Daniela Rad

Há dois meses, nascia Gabriela Rad Azevedo. Minha cria veio ao mundo no dia e hora que ela mesma escolheu e da maneira que eu, o pai e ela escolhemos. Desde antes mesmo de ficar grávida eu já queria saber tudo sobre parir, fosse conversando com as mães amigas recém-paridas, fosse lendo sobre um assunto que já me fascinava desde sempre: o corpo humano, sua  capacidade de gerar e colocar pra fora uma vida completamente nova. E lá estava eu, grávida de 39 semanas e 5 dias e com as duas maiores armas que eu poderia ter: meu corpo saudável e muita informação. No início da gravidez quando escolhi a equipe que iria me acompanhar no pré natal e no Leia mais…

Vivian F.

Vivian Fukushima

Há uma semana, neste mesmo horário, estava saindo de casa para viver um dos momentos mais incríveis da minha vida! Acordei às 01:50h da manhã com uma dor forte mas consegui voltar a dormir. Às 03:00h já não era possível ficar na cama. Levantei, fui ao banheiro, andei pela casa… sabia que tinha que me manter calma, afinal, era minha filha que estava chegando. As 04:00h decidi acordar o papai Marcelo meu marido e uma hora depois resolvemos ligar para nossa doula Rosana Cupertino e em seguida para meu obstetra Dr Hemmerson Magioni. Nessa altura eu não conseguia falar com ninguém, quem manteve contato com eles era Marcelo. Aguentei firme até as 8h30 quando implorei pra ir para a maternidade, Leia mais…

Lourene Nunes

Quase 2 anos depois, aqui estou eu fazendo o relato do parto da Ester, minha primeira filha. Eu não sabia nada sobre parto, ainda sei menos do que gostaria, mas tinha uma convicção de que queria parir, queria que ela viesse ao mundo quando estivesse pronta, de forma respeitosa, humanizada. Por isto escolhi um médico que eu confiasse e que eu teria certeza de que, caso tivesse uma cesária, ela teria sido necessária. Pois bem, não sei por que embarquei nesta. Sou extremamente racional, formada na área de exatas, trabalho com gestão, planejamento, execução conforme planejado (ou não). Não sou natureba, não gosto de yoga, tomo antibiótico e não gosto de misticismo. Mas sou uma mulher de fé, a gravidez Leia mais…

Parto Humanizado Fernanda Leonel

Fernanda Leonel, Marcelo e Pedro

Nosso parto começou próximo de 30 semanas de gestação. Antes disso, não tinha caído a ficha que que esse é o desfecho natural da gravidez. Só sabia que gostaria de ter um parto normal. E até então tinha um acompanhamento padrão, em que questionei à obstetra sobre minhas possibilidades de passar por esse parto “normal”: Já passei por um tratamento para endometriose, além de cauterizações e cirurgia do colo do útero… A resposta nunca era muito consistente, e quando questionei sobre o parto, não me sentia confortável para falar sobre minhas dúvidas, meus receios, muito menos qual era minha vontade. O Marcelo, meu marido, ficava cada vez mais incomodado com essa abordagem e me dizia que precisávamos de outro obstetra. Leia mais…

Cintia e Inácio

Querido Inácio, No dia 13 de Outubro de 2014 você nasceu corajosamente na água. Desde quando fomos morar no Pará e eu estava grávida da sua irmã, dizia que voltaria para Minas grávida do meu segundo filho, e assim aconteceu… Quando retornamos em Agosto faltavam poucas semanas para você chegar. No dia 12 de Outubro, eu, o seu pai e a Maria Rita estávamos descansando a tarde. Quando eu fui ao banheiro notei um pequeno sangramento, comuniquei ao Dr Hemmerson que pediu que eu observasse, pois poderia ser normal. Exatamente naquele dia você completava 39 semanas e como teríamos que viajar de Sete Lagoas a Belo Horizonte, resolvemos arrumar as coisas, conversar com a sua irmã e sem muito alarde partimos para mais uma experiência inesquecível em nossas Leia mais…