Logotipo Instituto Nascer
(31) 3262-3538

Blog

INEC – Amamentação na Hora de Ouro – Recomendações FIGO 2022

Imagem: Natalia Diniz Fotografia

Texto direcionado à profissionais de saúde:

A Federação Internacional de Ginecologia e Obstetrícia (FIGO) reconhece a amamentação como uma intervenção protetora e salvadora de vidas e recomenda que seja iniciada na primeira hora de vida (referida como “hora de ouro”). As recomendações de melhores práticas da Organização Mundial da Saúde (OMS) sugerem que a amamentação precoce e oportuna na primeira hora de vida pode trazer benefícios profundos tanto para a mãe quanto para o bebê. 

Elementos importantes da hora de ouro, incluindo o contato pele a pele e o início precoce da amamentação, podem prevenir a hemorragia pós-parto (HPP), promover a involução uterina e resultar em amenorreia da lactação, que é uma forma útil de contracepção.

Obstetras, ginecologistas e parteiras estão em uma posição única para fornecer o suporte necessário na primeira hora de ouro. A FIGO recomenda que as mulheres e seus parceiros sejam apoiados para iniciar e manter a amamentação, o que pode melhorar o estado nutricional da mãe e da criança. Para todos os recém-nascidos saudáveis, esse apoio deve ser fornecido por meio do sistema de saúde como padrão de atendimento.

Recomendações da FIGO – 2022

A FIGO recomenda aproveitar a hora de ouro para o bem-estar materno e neonatal. Isso pode ser alcançado através do seguinte.

  • Educação, apoio e aconselhamento sobre amamentação devem ser fornecidos desde o período pré-natal para ajudar a melhorar a probabilidade de início precoce da amamentação pela mãe. O aconselhamento deve ser sustentado no pós-parto, o que pode ajudar a resolver as preocupações e a promover um período mais longo de amamentação exclusiva.
  • Para todos os partos e partos institucionais assistidos por profissionais de saúde, o aconselhamento para amamentação deve ser fornecido e deve incluir a comunicação dos benefícios para a saúde do bebê e da mãe em longo prazo.
  • Os profissionais de saúde devem viabilizar os princípios da hora de ouro e as recomendações da OMS para o contato pele a pele imediato e ininterrupto e apoiar as mães a iniciar a amamentação o mais rápido possível após o nascimento. Os profissionais de saúde também devem permitir que mães e recém-nascidos se alojem e permaneçam juntos.
  • Governos, sistemas de saúde, escolas de medicina e programas de treinamento de pós-graduação devem buscar a capacitação de profissionais de saúde que possam não ter o conhecimento, as habilidades e a confiança necessários para ajudar pacientes com dificuldade em amamentar e dissipar mitos e equívocos.
  • Apoio adicional para casos especiais, como partos por cesariana e partos prematuros, deve ser fornecido em todos os sistemas de saúde, de acordo com as recomendações da OMS para assistência ao início da amamentação (por exemplo, fornecimento de leite materno ordenhado).
  • Os prestadores de cuidados pós-natais, como pediatras e aqueles que fazem parte dos programas de visitas domiciliares comunitárias, devem fornecer educação e informações consistentes sobre amamentação enquanto monitoram o crescimento adequado do bebê.
  • Programas de saúde pública para melhorar a alfabetização em saúde e o conhecimento sobre amamentação devem ser disponibilizados para mulheres em idade reprodutiva, para ajudar a enfrentar as barreiras culturais que impedem o início precoce e o fornecimento de colostro.
  • Os profissionais de saúde devem apoiar o início e a manutenção do aleitamento materno sem estigmatização e de forma sensível às circunstâncias sociais da mãe.

*Fonte: The International Federation of Gynecology and Obstetrics – FIGO.

Hemmerson Magioni, Médico Obstetra, Fundador e Diretor Técnico do Instituto Nascer – CRM-MG-34455.

Curso PRÁTICO de Aleitamento Materno e Cuidados com Bebê

O Curso Prático de Aleitamento Materno e Cuidados com o Bebê foi carinhosamente elaborado para que as mamães e papais fiquem tranquilos e curtam esse momento mágico de maneira consciente, segura e feliz. O curso é indicado para casais a partir da 28ª semana de gestação. O curso prático tem duração de 4 horas e acontece quinzenalmente aos sábados no Auditório Michel Odent do Instituto Nascer.
R$540
R$ 480
00
( Valor para o Casal )
  • Curso Prático Aleitamento Materno Cuidados com o Bebê
CURSO PRÁTICO