Logotipo Instituto Nascer
(31) 3262-3538

Blog

O que é Parto Empelicado?

Imagem: Daniela Justus Fotografia

O “Parto Empelicado” acontece quando a bolsa amniótica, que protege o bebê durante a gravidez, não se rompe durante o trabalho de parto e parto. Desta forma o bebê nasce dentro da bolsa amniótica. A crença popular acredita que esses bebês terão muita sorte durante toda a vida. 

Do ponto de vista científico, é uma condição rara?

O Parto Empelicado é uma ocorrência raríssima no cuidado obstétrico clássico no mundo contemporâneo onde a cultura obstétrica e do rompimento artificial da membrana amniótica durante o trabalho de parto. Estima-se que 1 em cada 80.000 bebês nasçam empelicado.

Quantos casos de bebês empelicados existem por ano?

No Instituto Nascer temos 1 a 2 casos de Partos Empelicados por ano. Como no Instituto Nascer temos um modelo de cuidado mais respeitoso e com menos intervenções no processo do nascimento, acabamos por isso tendo a grata surpresa de nos depararmos com esse evento raro com uma frequência maior que a habitual. 

É possível prever esse tipo de parto através de exames e até evitá-lo?

Não é possível prever um parto empelicado através de exames. Evitá-lo é possível! A bolsa amniótica pode, e quase sempre no mundo moderno, é rompida pelo médico durante o trabalho de parto afim de acelerar e aumentar as contrações.

A condição traz algum malefício para a mãe e/ou o bebê?

Não existe malefício para a mãe e para o bebê. Talvez o fato do bebê não ter contato com a flora bacteriana vaginal da mulher possa ser um suposto malefício. Estudos recentes apontam que a passagem pelo canal vaginal da mãe seja importante para colonizar o bebê com baterias e micro-organismos para os quais o bebê recebeu imunidade, desta forma isso seria importante para ligar o sistema imunológico do bebê de uma forma mais precoce e efetiva. Então no parto empelicado, com a bolsa integra, o bebê não terá o contato com essa flora bacteriana importante. Mas isso são só reflexões baseada nas teorias do Microbirth.

A condição traz algum benefício para mãe e/ou o bebê?

Algumas mulheres relatam menos dor no trabalho de parto com a bolsa integra. Como no parto empelicado a bolsa permanece totalmente íntegra até o final, muitas mulheres relatam menos dor durante o parto empelicado. Para o bebê. o parto empelicado pode ter uma passagem mais confortável pelo canal vaginal. Como a bolsa íntegra forma uma lâmina d’água que teoricamente facilitaria os movimentos de rotação do bebê na pelve materna e com isso o parto seria mais fácil e mais suave para o bebe. Teoricamente menor pressão das contrações sobre o bebê e menor risco de compressão patológica do cordão umbilical. 

Quais condições são favoráveis para o acontecimento do parto empelicado?

•Partos Naturais sem intervenções. •Partos de bebês prematuros. •Partos Gemelares com cada bebê dentro de sua bolsa. •Partos Gemelares de bebês prematuros. •Cesariana de bebê muito prematuro com incisão vertical e ampla no corpo do útero.

Qual diferença entre o Parto Normal Empelicado e Cesariana com bebê Empelicado?

 O parto empelicado pode acontecer tanto no parto normal quanto na cesariana. O evento raríssimo e milenar é aquele que acontece por via vaginal. Na cesariana esse evento é teoricamente possível de ser feito de forma intencional pelo médico. Hoje em dia quase todas as fotos da internet de nascimentos empelicados são obtidas durante cesarianas, e muitas delas por ações premeditadas dos obstetras. 

Hemmerson Henrique Magioni, Médico Obstetra e Diretor Técnico do Instituto Nascer – CRM-MG 34455